como-vai-nossa-quaresma

Como vai nossa quaresma? – Reflexão Quaresma 2021

Como vai nossa quaresma?

Escrito por Piedade Coelho*.

Já iniciamos a quinta semana em preparação a Páscoa de Jesus e nossa páscoa.

Jejum, caridade e oração

Como você, querida leitora, como você, estimado leitor, somos convidados a exercitar o tripé básico desse tempo quaresmal: caridade, oração e jejum. Nessa quinta semana junto com o salmista suplicamos aos céus, “criai em mim um coração que seja puro.” Como o Pai do céu atenderá essa suplica?

Sabemos o quanto Deus nos ama e nos fez destinados a felicidade. E aqui cabe a continuação de nossas reflexões. Nesta quinta semana da Quaresma, a liturgia nos oferece os textos bíblicos para nosso crescimento espiritual: Jeremias 31,31-34; Salmo 51(50); Hebreus 5,7-9; João 12,20-33. A Palavra de Deus nos anima a renovar nossos compromissos batismais e fazermos um breve exame de consciência para aprofundamos nossa preparação pascal.

Por que insistir nesta preparação pascal? Porque no céu, Deus, seus anjos e santos esperam por mim e por você; enquanto isso, nós suas criaturas enfrentamos os desafios que o século XXI nos propõe. Vivemos uma pandemia ceifadora de vidas inocentes e patrocinada por maus governantes preocupados com seus projetos megalomaníacos em continuar com suas determinações, cujo foco é perenizar-se no poder.

Mudando a realidade

Como podemos ajudar a mudar essa realidade? Simples, pondo em prática o ensinamento de Jesus em Mateus 17,21: “esta casta de demônios só sai pela oração e pelo jejum”. Eu tive a oportunidade de exercer um cargo de governo, uma gestão que durou três anos. Os dois últimos anos, experimentei na pele, quase todos os tipos de críticas possíveis e imagináveis. Como consegui superar? Primeiro com o carinho e as orações de minha comunidade de vida apostólica; segundo apoiada pela oração de familiares e amigos e muito jejum e oração.

Por que partilho essa reflexão? Vamos jejuar e orar, suplicar ao Deus de Jesus Cristo que nos livre desse espírito que teima em oprimir seus filhos amados, pelos quais Jesus morreu na Cruz. Shalom!

*Piedade Coelho contribui gentilmente para o site Catequese de Adultos. Contatos: piedadecoelholiteratura@gmail.com, Twitter: Piedade_Coelho, Instagram: Piedade Coelho, YouTube: Piedade Coelho.

Deixe uma resposta

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: