Ao fundo vê-se imagem de um campo de concentração nazista: ao lado esquerdo uma cerca de arame farpado e a direita uma chaminé saindo uma fumaça cinza e rosa. No centro a imagem de São Maximiliano Maria Kolbe usando uma túnica cinza e uma camisa de presidiário pendurada no seu ombro esquerdo. Na mão direita segura uma toalha de presidiário e uma coroa de espinhos representando seu martírio

São Maximiliano Maria Kolbe

São Maximiliano Maria Kolbe – santo do dia 14/08.

Raimundo Kolbe nasceu em 1894, na Polônia, numa família operária que o introduziu no seguimento de Cristo e, mais tarde, ajudou-o entrar para a família franciscana, onde tomou o nome de Maximiliano Maria.

O que é a verdade? Essa pergunta feita por Pilatos a Jesus ainda fica para os dias de hoje. Ouça mais um Cate Cast clicando aqui!

Ao ser mandado para terminar sua formação em Roma, Maximiliano, inspirado pelo seu desejo de conquistar o mundo inteiro a Cristo, por meio de Maria Imaculada, fundou o movimento de apostolado mariano chamado ‘Milícia da Imaculada’. Como sacerdote foi professor, mas em busca de ensinar o caminho da salvação, empenhou-se no apostolado através da imprensa e pôde, assim, evangelizar em muitos países, isto sempre na obediência às autoridades, tanto assim que deixou o fecundo trabalho no Japão para assumir a direção de um grande convento franciscano na Polônia.

Conheça a poderosa devoção as três Ave-Marias ensinadas por Nossa Senhora a Santa Matilde. Uma oração simples que nos ajudará a não cair em pecado mortal. Clique e confira!

Com o início da Segunda Grande Guerra Mundial, a Polônia foi tomada por nazistas e, com isto, Frei Maximiliano foi preso duas vezes, sendo que a prisão definitiva, ocorrida em 1941, levou-o para Varsóvia, e posteriormente, para o campo de concentração em Auschwitz, onde no campo de extermínio heroicamente evangelizou com a vida e morte. Aconteceu que diante da fuga de um prisioneiro, dez pagariam com a morte, sendo que um, desesperadamente, caiu em prantos:

“Minha mulher, meus filhinhos! Não os tornarei a ver!”. Movido pelo amor que vence a morte, São Maximiliano Maria Kolbe dirigiu-se ao Oficial com a decisão própria de um mártir da caridade, ou seja, substituir o pai de família e ajudar a morrer os outros nove e, foi aceita, pois se identificou: “Sou um Padre Católico”.

A 10 de Outubro de 1982, o Papa João Paulo II canonizou este seu compatriota, já beatificado por Paulo VI em 1971.

São Maximiliano Maria Kolbe, rogai por nós!

Reze o Santo Terço conosco diariamente às 21 horas pelo nosso canal do YouTube. Clique aqui!

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: