Imagem de Santa Águeda com dois algozes segurando ferros para lhe retirarem os mamilos

Santa Águeda

Santa Águeda – santa do dia 05/02.

Virgem e mártir, protetora das mamas, intercessora das virgens em perigos contra a perda da castidade e invocada em perigos de incêndio. 

Naturalidade
Nasceu em 235 na Sicília, de família rica e nobre. 

Pontos fortes de sua vida
Desde a infância, desejou consagrar-se a Deus. Com o rito da velatio, recebeu do seu Bispo o flammeum, o véu vermelho que as virgens consagradas usavam na época. Com base na tradição, ela era uma diaconisa dedicada ao serviço da comunidade cristã.

Via de santificação
Santificou-se através do serviço pastoral na comunidade e, principalmente, pela via do sofrimento até o cume do martírio. Foi submetida a maus tratos, presa e torturada. Teve seus mamilos arrancados após rejeitar a proposta sexual do Governador. Por fim, submetida às brasas acesas e retirada de volta à prisão, estando desfalecida, mesmo assim permaneceu fiel a Deus demonstrando grande fortaleza. 

Últimos dias
Tudo iniciou-se com o édito governador Quinciano a fim de perseguir os cristãos, isso desencadeou a fuga da santa para Catânia. Ali, ela foi presa e obrigada a relações sexuais com ele. Por negá-lo, permanecendo virgem e consagrada, foi submetida a maus tratos, presa e torturada. Teve seus mamilos arrancados e, por fim, submetida às brasas acesas. Ao ser retirada do fogo, foi posta de volta à prisão, mas já estando desfalecida, morreu. Mesmo em meio a tanta tortura, permaneceu fiel a Deus demonstrando grande fortaleza.

Nos seus últimos momentos, Santa Águeda relata os atos do martírio: “Senhor, que me criastes e me protegestes, desde a minha infância; na minha juventude, me fizestes agir com coragem; que me libertastes dos prazeres mundanos; que preservastes meu corpo da contaminação; que me fizestes vencer os tormentos do algoz, dos ferros, do fogo e das correntes; que me destes, entre os tormentos, a virtude da paciência, vos peço, agora, acolher o meu espírito, por que já é hora que eu deixe este mundo, segundo a vossa vontade, para gozar da vossa misericórdia”. Ao pronunciar essas palavras, já com voz fraca, na presença de muitas pessoas, entregou seu espírito. Era o dia 5 de fevereiro de 251.

O culto
Seu culto já iniciou no ano seguinte, sendo aclamada popularmente como santa. Dessa maneira, tem suas relíquias colocadas na catedral dedicada a ela em Catânia. Sua imagem traz consigo a palma do martírio somado a uma bandeja com os seios que dela foram arrancados em sinal de sua fidelidade extrema em meio ao sofrimento. 

Ensinamento
“A máxima liberdade e nobreza consiste em demonstrar ser serva de Cristo”.
Santa Águeda

Milagres
Os atos do martírio de Santa Águeda narram ainda: “Após um ano… o vulcão Etna entrou em erupção; como um grande incêndio e um rio ardente, o fogo desceu impetuoso, liquefazendo a terra e as pedras, rumo à cidade de Catânia”. Então, muitos se dirigiram ao túmulo de Águeda para pedir a sua intercessão para que a cidade não fosse incendiada. Seu véu foi exposto diante da lava, que milagrosamente, parou de escorrer.

Conheça a Devoção das Sete Dores de Nossa Senhora ditada a Santa Brígida. Clique e confira!

Devoção no Brasil
A Diocese de Pesqueira (PE), foi dedicada à Santa Águeda, em 1870, onde se vive a devoção a essa santa italiana.

Novena pela saúde das mamas
Ó gloriosa virgem e mártir Santa Águeda, que, para não trair a fé em Jesus Cristo, preferiste ter os seios arrancados no martírio e miraculosamente curados na prisão, olha por tuas filhas que, cheias de confiança, se dirigem a ti. Tu que soubeste conservar-te íntegra diante de Deus, liberta-nos da tentação de trocar nossa fé por valores passageiros que nos afastam de Deus. Jovem que foste, livra nossos jovens das drogas, do consumismo, da prostituição e de todo tipo de exploração. 

Profecia do séc. XIV sobre o fim dos tempos? Será verdade? Clique e confira!

E como disseste ao teu torturador: “Não te envergonhas de mutilar na mulher o que tua mãe te deu para dele tirares o alimento?”, livra-nos de todos os males da mama para que, a cada dia, vivendo como verdadeiras cristãs, possamos dizer contigo: “Tenho na minha alma os seios íntegros, com os quais nutro todos os meus sentidos que, desde a infância, consagrei a Cristo Jesus”. Amém. Reze um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória ao Pai.

A minha oração
“Ó santa Águeda, concedei-nos a fidelidade a Deus em meio às tentações contra a castidade; e pelos méritos de sua paixão e seu martírio, dai-nos o dom da fortaleza, a fim de amar Jesus ao extremo, contra tudo e contra todos. Isso vos peço com o coração aberto para o serviço do Evangelho, por Cristo nosso Senhor. Amém.”

Santa Águeda, rogai por nós.

Fontes:

  • vatican.va
  • Martirológio Romano
  • Livro “Um santo para cada dia” – Mário Sgarbossa – Luigi Giovannini [Paulus, Roma, 1978]

Conheça o nosso canal do YouTube e nos ajude fazendo sua inscrição!

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: