Ícone dos Santos Timóteo e Tito

Santos Timóteo e Tito

Santos Timóteo e Tito – santos do dia 26/01.

Timóteo e Tito, bispos e ambos colaboradores do Apóstolo dos Gentios, São Paulo. Timóteo nasceu em Listra, próximo de Tarso. Sua mãe era judia e o educou na religião hebraica. Desde pequeno, tinha um grande amor pela Sagrada Escritura.

Sua vida foi marcada pela evangelização e pela santidade de São Paulo e também por São João Evangelista. São Paulo, no início de sua segunda visita missionária, foi tocado pelo testemunho de São Timóteo. Escolheu-o para ser seu companheiro de viagem, pois era estimado pelo povo de Listra e Icônio.

A respeito dele, certa vez, São Paulo escreveu em uma de suas cartas: “A Timóteo, filho caríssimo: graça, misericórdia, paz, da parte de Deus Pai e de Jesus Cristo, Nosso Senhor!” (II Timóteo 1,2). Nesta carta, é possível perceber que ele foi fruto de uma evangelização que atingiu não somente a ele, mas também sua família: “Quando me vêm ao pensamento as tuas lágrimas, sinto grande desejo de te ver para me encher de alegria. Confesso a lembrança daquela tua fé tão sincera que foi primeiro a de tua avó Loide e de tua mãe, Eunice e, não tenho a menor dúvida, habita em ti também”. (II Timóteo 1,4-5)

Acompanhando São Paulo nas viagens, atravessou a Ásia Menor e foi até a Macedônia. E, seguidamente, foi para Atenas, onde foi enviado para a cidade de Tessalônica, e dali prosseguiu para Corinto, colaborando na evangelização dos cristãos.

Timóteo ficou reconhecido como um pastor valoroso. Foi o primeiro bispo de Éfeso, e nesse contexto conheceu e foi discípulo de Nosso Senhor seguindo as pegadas do Evangelista São João.

Conheça a Devoção das Sete Dores de Nossa Senhora ditada a Santa Brígida. Clique e confira!

Conta-nos a tradição que, no ano de 95, o santo havia sido atingido por pagãos resistentes à Boa Nova do Senhor e, por isso, foi martirizado. São Timóteo, homem de oração, um apóstolo de entrega total a Jesus Cristo, viveu a fé em família, mas também propagou a fé para que todos conhecessem Deus que é paz.

Tito foi o segundo e grande colaborador de São Paulo. Convertido e batizado por São Paulo, provinha de uma família grega e pagã. Companheiro de missão, por volta do ano 48, Tito foi para Jerusalém com São Paulo para o Concílio. São Paulo apresentou-o aos apóstolos e opôs-se a que fosse circuncidado, como era o desejo dos cristãos judaizantes. Tito tornou-se um símbolo do valor universal do Cristianismo, independente da nacionalidade ou raça.

A fim de substituir Timóteo, São Paulo confiou a Tito a missão de levar a obediência à comunidade rebelde de Corinto. O zelo e a ponderação de Tito estabeleceram a paz entre a Igreja em Corinto e o Apóstolo dos Gentios.

Profecia do séc. XIV sobre o fim dos tempos? Será verdade? Clique e confira!

Apresentado como Bispo de Creta, Tito encontrou dificuldades em seu apostolado, sobretudo por parte dos judeus, que eram sempre opostos ao Evangelho. Relatos de Eusébio, Teodoreto e Santo Isidoro dizem que Tito seguiu evangelizando em Creta até o fim de sua vida.

De acordo com a tradição, São Paulo escreveu duas Cartas a Timóteo e uma a Tito. As Cartas do Novo Testamento revelam ensinamentos para a formação dos pastores e dos fiéis da Igreja.

Santos Timóteo e Tito, rogai por nós! 

Referências:
vaticannews.va
Livro ‘Santos de cada dia’ – Organização de José Leite, S.J.
Livro ‘Um Santo de cada dia’ – Mario Sgarbossa, Luigi Giovannini

Conheça o nosso canal do YouTube e nos ajude fazendo sua inscrição!

Rolar para cima
%d blogueiros gostam disto: